2011

Sol­i­dariedade ao povo Guarani-Kaiowá de Mato Grosso do Sul — Brasil

A União Latino-Americana de Enti­dades de Psi­colo­gia (ULAPSI) man­i­festa seu apoio e sol­i­dariedade ao povo Guarani-Kaiowá de Mato Grosso do Sul, diante dos assas­si­natos e ameaças que seguem impunes frente às autoridades.

A demora da demar­cação das ter­ras, de modo a garan­tir a vida dos povos orig­inários, somada aos inter­esses dos lat­i­fundiários e do agronegó­cio, à vio­lên­cia no campo, às mortes ocor­ri­das e as já anun­ci­adas de lid­er­anças indí­ge­nas, são todas situ­ações que devem nos indig­nar e nos mobi­lizar para a con­sti­tu­ição de uma rede de sol­i­dariedade com os povos indí­ge­nas, pois esta é uma luta de todos nós, a luta pela terra, pela justiça, pelo dire­ito à vida digna! O com­pro­misso com as reivin­di­cações dos povos indí­ge­nas implica tam­bém uma luta para preser­var sua cul­tura, sua maneira de ser e de viver.

.A ULAPSI repu­dia as ações vio­len­tas con­tra as lid­er­anças indí­ge­nas e cam­pone­sas e exige do Estado políti­cas respon­sáveis e efi­cazes no trato das questões fundiárias e da sus­tentabil­i­dade ambi­en­tal, em espe­cial nas decisões acerca de demar­cação das ter­ras indí­ge­nas, que se fazem urgentes!

Con­selho exec­u­tivo da União Latino-americana de Enti­dades de Psi­colo­gia — ULAPSI
01/12/2011

Deixar um comentário